A experiência de ser mãe

Quanto tempo blog, quanto tempo meninas!

Como leitoras do blog, muitas de vocês sabem que eu estava grávida, e por isso meu afastamento do blog por três meses. O Bernardo nasceu (comemorando) e hoje vim comentar ou tentar explicar um pouco sobre esse louca e ótima experiência de ser mãe. Ser mãe na adolescência é um pouco assustador, mas os lados bons deixam os ruins bem longe.

Dizendo para outra futura mamãe: Não se assuste com a ideia de ser mãe, de que você não vai saber fazer isso ou aquilo, quando você vê seu bebê chorando pela primeira vez, você tem a absoluta certeza de que você sabe tudo (ou praticamente tudo). Ouvir o primeiro choro do bebê isto sim é uma vitória. Saber que você conseguiu, sentir que ele é seu filho. Não tem explicação, essa é a resposta “chave” para todas as perguntas sobre sensações, sentimento de mãe e filho, essas coisas. Segurar seu filho no colo então, nem se fala. Mesmo sabendo que ele ainda não fala, mas ele se comunica pelo olhar, sim, pelo olhar. Sentimos isso, sentimos a paixão que ele transmite enquanto encontra seu olhar ao nosso.

Agora o Bernardo está começando a sorrir e já está começando a seguir seu olhar para mim, nossa. Seu primeiro sorriso, sem explicação. É como se ele achasse o jeito que você fala com ele engraçado, ele começa a rir depois que come, principalmente. Se você começa a conversar com ele, ele já solta um sorrisão enorme, todo bobo. Sentir que seu filho está te conhecendo, está sorrindo para você é mais uma das outras sensações de vitória, de companheirismo e claramente de muito amor. Bernardo é bem manhoso, agora quase com 3 meses ele já fica dando as mãozinhas, está “se conhecendo”. Coloca bastante a mão na boca, e começa a chorar se deixamos ele sozinho por dois minutos.

Ser mãe é ter receio de tudo, receio de que ele passe bem essa noite, receio de que ele ganhe o peso devido, receio de que ele consiga mamar se alimentando assim bem, receio de que ele pegue algum resfriado assim novinho. Ser mãe é ser praticamente uma leoa, principalmente quando escuta alguém falando do seu filho ou de sua dedicação por ele, aí sim você pode ter certeza que verá uma leoa em sua frente. É você ter coragem para enfrentar todos os desafios e obstáculos em que vê, é ter pique para passar uma noite inteira acordada e mesmo assim sorrir ao olhar para seu filho.

Ser mãe é algo que você não consegue descrever por linhas, parágrafos ou textos maiores que um livro, mas você tentar passar para uma pessoa pelo menos uma breve mensagem parecida com a sensação REAL de ser mãe. Sentir o valor que você tem para ele, perceber o quanto ele fica feliz quando você o pega no colo. Conhecer e aprender junto com ele, coisas que não há dinheiro que pague, como o amor.

DSC_1367

Quando o Bernardo ainda só dormia.

DSC_0406

Primeiro dia das mães

DSC_0251

DSC_0155

DSC_1277

DSC_1723

Garoto propaganda Nikon

DSC_0223

DSC_0123

Maternity

É, chegamos ao final de fevereiro! E com isso, o fim da minha gestação. E obviamente eu não iria me esquecer de postar uma das últimas sessões que fiz no último final de semana. O Bernardo já está começando com suas contrações, portanto, não sabemos quando é que ele vai resolver aparecer, seu prazo é para dia 06 de março, vamos ver. Enquanto isso, continuo com meus posts aqui no blog, e mostrando para vocês essa maravilhosa sensação de ser mãe!

O dia nos ajudou muito, deu um dia lindo para florescer grandes e lindas fotos. Infelizmente, por problemas de “quarto do Bernardo” meu namorado e futuro papai não pode comparecer (todos tristes :(). A dinda do Bê é que foi a responsável pelas fotos, e olha acho que estou ajudando muito ela a treinar suas fotografias.

Dou um conselho para as grávidas de plantão… Tirem muuuuuuitas fotos, de cada mês, cada semana. Acompanhar a evolução da barriguinha é um prazer enorme, sem contar nas lembranças que você terá para mais tarde mostrar ao seu filho(a).

13848_405209279570614_891398288_n

285664_405197972905078_505573238_n

540812_405204856237723_1626784033_n

524623_405195416238667_1379412432_n

482816_405197639571778_1722458798_n

197314_405199429571599_1558912777_n

421855_405196632905212_1583024155_n

312351_405212272903648_1564696772_n

E que Deus esteja comigo e com todas as grávidas que estão chegando na sua hora!

Maternity

Hi girlsss

Como o combinado hoje tenho mais fotinhas para mostrar á vocês da minha última sessão de fotos. O dia estava lindo, super colaborou para as fotos. Aquele céu azul maravilhoso, e o sol delícia também apareceu. As fotos ficaram com uma qualidade muito boa, super aprovei e não vejo a hora da próxima. Me sinto até uma modelete hahahahaha!

Vocês também estão anciosas assim como eu para a próxima? Então tenho uma notícia ótima, a próxima sessão é agora no próximo sábado, dia 08. Bora cruzar os dedinhos e torcer para que São Pedro colabore e mande novamente um dia lindo! 😉

Beijoooooooo

Maternity

Como eu prometi a vocês que iria sempre deixar vocês bem informadas e babaaaaando pelo meu baby, hoje separei algumas das primeiras fotos. Vou fazer uma sessãozinha praticamente uma vez por mês ou até menos, e vocês é claro que não ficarão sem ver né??

Na última vez que vi ele, estava de 27 cm. Lindicu da mami!

Gravidez na adolescência: E agora?

Acabei ficando um pouco ausente aqui do blog, e sou obrigada a compartilhar o motivo disto. A blogueira aqui está grávida de um meninão lindo e amado. Pois é, acabei descobrindo faz um tempinho, já estou de cinco meses e lá por final de fevereiro ou até começo de março, meu lindinho vai vir para os meus braços.

No começo, não posso negar, é difícil. Quando você não espera isso e acaba acontecendo, você leva um choque, que parece que você está em um daqueles pesadelos aonde não consegue acordar. Foi mais ou menos isso que eu senti quando o médico olhou para mim e falou “Escutou? É o coração dele batendo”. Quando eu ouvi isso, quase cai da maca, me veio mil e uma coisas na cabeça e desabei na hora. Abracei meu namorado e a única coisa que eu pensava era “E agora? O que eu vou fazer?”.

Meu namorado lindo fofo e amado, meu deu todo o apoio necessário, e minha família também. Mas infelizmente não é sempre assim que isso acontece. Sempre ouço casos em que a garota por estar grávida e simplesmente ser nova é expulsa de casa, sem apoio algum. E se isso tivesse acontecido comigo pelas pessoas em que eu mais amo, eu realmente não faço nem ideia do que faria.

Mas depois que o choque passa, tem que se esforçar e colocar na sua cabeça em que não adianta arrancar todos seus cabelos de desespero. Deve aceitar isso como um belo presente, e dar o máximo de amor pra ele. E nada melhor do que aproveitar isso com muito amor e carinho ao seu pequenino.

Várias pessoas estão me motivando, e isso é muito bom. Saber que você não está sozinha, e que várias pessoas pensam em como será o rosto desse lindinho, é tudo de bom de verdade.

E aproveite ao lado de quem lhe faz bem, seus pais, o seu parceiro, seus amigos. E não se esqueça de conversar com seu pequeno, ele agora é a marca mais importante que você está deixando no mundo, e mais do que ninguém, ele merece todo seu amor e sua atenção. Uma mãe dedicada, deve estar preparada para ouvir qualquer coisa, e até uma ofensa. Mas, deve também escutar por um ouvido e mandar embora pelo outro, nada de ficar adquirindo coisas ruins para você e seu filho, é desnecessário demais.

Aproveite, curte essa sua fase linda e deliciosa. Pois não tem como voltar atrás depois. Esse é o meu conselho.

E não é por isso que irei parar de postar aqui no blog, muito pelo contrário. Quero compartilhar com vocês toda essa minha fase nova 😀

Se cuidem, beijocas